TEORIA ECONÔMICA E POLÍTICAS NA GLOBALIZAÇÃO

Christina Paula de Camargo Curcio

Resumo


Esse presente artigo realizou uma revisão de literatura sobre a teoria econômica e as políticas em um contexto globalizado. A globalização é um amplo conjunto de processos relativos a várias redes de intercâmbio econômico, político e cultural. A globalização econômica contemporânea é impulsionada pela rápida crescente importância da informação em todos os tipos de atividades produtivas e mercantilização, e pela evolução da ciência e tecnologia. Concluiu-se que de acordo com a teoria econômica de Keynes o sistema capitalista é incapaz de empregar todos os que querem trabalhar assim ele defende a intervenção do Estado na economia. A teoria de Keynes apregoa que é dever do Estado a concessão de benefícios sociais, a criação de um salário-mínimo, de um seguro-desemprego, da redução da jornada de trabalho, bem como a concessão de assistência de graça. Os pressupostos de um Estado de bem-estar social foi a base do estabelecimento da Carta Magna de 1988.


Texto completo:

PDF

Referências


BASSFORD, Christopher, et alii. Clausewitz e a Estratégia. Rio de Janeiro: Campus, 2002.

BAUER, Ruben. Gestão da Mudança: caos e complexidade nas organizações. São Paulo: Atlas, 1999.

BAUMAN, Zygmunt. Globalização: As conseqüências humanas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1999.

BELLO, Walden F. DesGlobalização. Petrópolis: Vozes, 2003.

BELLUZO, Gonzaga de Mello. Ensaios sobre o Capitalismo do Século XX. São Paulo: Editora UNESP: Campinas, SP: UNICAMP, Instituto de Economia, 2004.

BOBBIO, Norberto. O Futuro da Democracia. 9 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2004.

BOBBIO, Norberto. Os Intelectuais e o Poder. São Paulo: Editora UNESP, 1996.

BOFF, Leonardo. A Águia e a Galinha: uma metáfora da condição humana. 25 ed. Petrópolis: Vozes, 1997.

CHESNAIS, François. A Mundialização do Capital. São Paulo: Xamã, 1996.

KEYNES, J. M. The General Theory of Employment, Interest and Money, London, Palgrave MacMilla: 2007.

LENIN, Vladimir. Ação de Maio dia pelo proletariado revolucionário. Partido-Bruno, n º 31, 15 de junho de 1913. Disponível: www.marxists.org/ archive/lenin/works/1913/jun/15.htm.

KRUGMAN, Paul R. Globalização e Globobagens: verdades e mentiras do pensamento econômico. 5 ed. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

MARCIAL, Elaine C.; GRUMBACH, Raul J. dos S. Cenários Prospectivos. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2002.

MARIS, Bernard. Carta Aberta aos Gurus da Economia que nos julgam Imbecis. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000.

MCGREW, Anthony; HELD, David. Prós e contras da Globalização. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2001.

MICHALET, Charles-Albert. O que é mundialização? São Paulo: Edições Loyola, 2003.

MINTZBERG, Henry; AHLSTRAND, Bruce; LAMPEL, Joseph. Safári de Estratégia. Porto Alegre: Bookman, 2000.

MODIGLIANI, Franco. A Aventura de um Economista. São Paulo: Editora Fundamento Educacional, 2003.

PASSET, René. Elogio da Globalização. Rio de Janeiro: Record, 2003.

PETERS, Tom. Re-Imagine!. New York: Dorling Kindersley, 2003.

PORTER, Michael. Competição. 10 ed. Rio de janeiro: Campus, 1999.

PORTER, Michael. Vantagem Competitiva. 16 ed. Rio de Janeiro: Campus, 1989.

SADER, Emir. Perspectivas. Rio de Janeiro: Record, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN : 2527-077X

FESPPR - Faculdade de Educação Superior do Paraná